Sem categoria

Cantos de brincar

Cantos de brincar

2 minutos Estar com as crianças em grupo, o tempo todo, impede que se conheça as individualidades e aumenta a disputa pela atenção do professor. A meninada fica agitada e ansiosa quando tem que esperar muito tempo a sua vez de brincar, de participar. Mas como fazer quando se tem 20 crianças em uma sala? Organizar “cantinhos” é uma estratégia bastante utilizada na educação infantile e até nos anos iniciais do ensino fundamental. E a ideia não é nova! Froebel, pedagogo alemão foi quem Continue lendo

Avaliação e relatórios: em desenvolvimento!

Avaliação e relatórios: em desenvolvimento!

3 minutos Você acha chato escrever relatórios? Calma! Vamos conversar sobre isso, ver modelos de como fazer bons relatórios e transformar esta prática pedagógica em algo mais fácil, sem perder de vista a seriedade do documento. A hora de escrever um relatório na educação infantil é o momento de organizar todas as observações, materiais e produções da criança com o objetivo de que este texto conte uma história do aluno durante determinado período na escola, mostrando para ele e sua família todos os momentos Continue lendo

Ninguém é obrigado a nada

Ninguém é obrigado a nada

1 minuto Ser professor é uma escolha. Ninguém vira professor à toa. Tem gente que sente vontade se ser. Estuda e se esforça, consegue. Dedicação! Tem aqueles que são professores por acaso. E experimentam as dores e delícias da docência. Uns, se encantam e permanecem. Outros, se vão. Que bom! Tem aqueles que são professores por engano. E, enquanto não aparece algo melhor pra fazer, vão levando, se enganando… Duro é perceber que passou uma vida inteira, se arrastando, até a aposentadoria. Só lamento! Tem gente Continue lendo

Porque eu escolhi ser Professora.

Porque eu escolhi ser Professora.

2 minutos O mundo sempre me disse que não era fácil ser professora. O reconhecimento de outrora, já não existe mais. Ataques, violência física e moral, desrespeito, falta de materialidade e condições dignas de trabalho, direitos retirados, baixa remuneração… São tantas realidades que muitas vezes cheguei a pensar me acomodar, desistir da luta, ficar quieta e me aposentar na escola. Ou quem sabe um concurso público… Fazer outra coisa, pensar em outra profissão, não! Nasci para ser professora. Assumo. Penso que a educação é Continue lendo