BNCC e os Direitos de aprendizagem na Educação Infantil

Tempo de leitura: 2 minutos

Uma das inovações propostas para os currículos que a Base Nacional Curricular Comum (BNCC) para a educação Infantil sugere são os Direitos de Aprendizagem. Elaborados a partir dos valores éticos, estéticos e políticos das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI) de 2009, eles representam os direitos de toda criança que acessa uma escola de Educação Infantil no Brasil.

Além de expressos nos princípios, os Direitos de Aprendizagem representam as maneiras pelas quais as crianças aprendem e devem ser as diretrizes do trabalho pedagógico.

Os professores da infância devem-se guiar pelos seis Direitos De Aprendizagem como orientadores do planejamento. Desde a forma de organizar as crianças, as relações entre elas, adultos e espaços, a materialidade, os cuidados pessoais e gestão do tempo até as intencionalidades anunciadas nas propostas e investigações que aparecem no planejamento. Conheça os seis Direitos de Aprendizagem:

  • 1. CONVIVER com outras crianças e adultos, em pequenos e grandes grupos, utilizando diferentes linguagens, ampliando o conhecimento de si e do outro, o respeito em relação à cultura e às diferenças entre as pessoas. __
  • 2. BRINCAR cotidianamente de diversas formas, em diferentes espaços e tempos, com diferentes parceiros (crianças e adultos), ampliando e diversificando seu acesso a produções culturais, seus conhecimentos, sua imaginação, sua criatividade, suas experiências emocionais, corporais, sensoriais, expressivas, cognitivas, sociais e relacionais. __
  • 3.PARTICIPAR ativamente, com adultos e outras crianças, tanto do planejamento da gestão da escola e das atividades propostas pelo educador quanto da realização das atividades da vida cotidiana (a escolha das brincadeiras, dos materiais dos ambientes). Assim a criança desenvolve diferentes linguagens e elabora conhecimentos, decidindo e se posicionando.
  • 4. EXPLORAR movimentos, gestos, sons, formas, texturas, cores, palavras, emoções, transformações, relacionamentos, histórias, objetos, elementos da natureza, na escola e fora dela, ampliando seus saberes sobre a cultura, em suas diversas modalidades: as artes, a escrita, a ciência e a tecnologia.
  • 5.EXPRESSAR como sujeito dialógico, criativo e sensível, suas necessidades, emoções, sentimentos, dúvidas, hipóteses, descobertas, opiniões e questionamentos, por meio de diferentes linguagens.
  • 6.CONHECER-SE e construir sua identidade pessoal, social e cultural, construindo uma imagem positiva de si e de seus grupos de pertencimento, nas diversas experiências de cuidados, interações, brincadeiras e linguagens vivenciadas na instituição escolar e em seu contexto familiar e comunitário.

Esses seis Direitos de Aprendizagem devem se articular em todos os Campos de Experiências, nosso próximo tema no BLOG! Para saber mais sobre a BNCC na Educação Infantil, acesse o e-book que eu fiz para você!

https://professoresdainfancia.com.br/guia-bncc/

Vem que eu te ajudo!