BNCC e os Direitos de aprendizagem na Educação Infantil

BNCC e os Direitos de aprendizagem na Educação Infantil

2 minutos Uma das inovações propostas para os currículos que a Base Nacional Curricular Comum (BNCC) para a educação Infantil sugere são os Direitos de Aprendizagem. Elaborados a partir dos valores éticos, estéticos e políticos das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI) de 2009, eles representam os direitos de toda criança que acessa uma escola de Educação Infantil no Brasil. Além de expressos nos princípios, os Direitos de Aprendizagem representam as maneiras pelas quais as crianças aprendem e devem ser as diretrizes Continue lendo

Qual é o papel do Professor da Infância na BNCC?

Qual é o papel do Professor da Infância na BNCC?

2 minutos “Professor que é aquele que ensina!” Essa é a definição que vigora no dicionário e no imaginário social. É aquele super especialista, centralizador dos processos educativos e único detentor do saber em sala de aula. Mas e na Educação infantil, será que é isso mesmo? O fato é que, essas ideias e definições indicam concepções que estão em desacordo com os documentos e diretrizes que orientam a Educação Infantil no Brasil, como observa-se, por exemplo, nas Diretrizes Nacionais para a Educação Infantil Continue lendo

Ela vem chegando… BNCC na Educação Infantil!

Ela vem chegando… BNCC na Educação Infantil!

2 minutos E o que isso significa? Parece que é tudo novidade, mas não é bem assim!  A BNCC é um documento que já estava previsto na lei e vem sendo construído há pelo menos 3 anos. Muitos princípios expostos nas Diretrizes Curriculares para a Educação Infantil (DCNEI) foram resgatados e redimensionados na BNCC, esse movimento de mudança e construção de um currículo único para o país já estava previsto na Lei de diretrizes e Bases da Educação (LDB), portanto, não é algo tão inédito Continue lendo

Tem bebê na BNCC!

Tem bebê na BNCC!

3 minutos Estamos vivendo um momento incrível na educação infantil, onde estados e municípios estão discutindo a constituição de um referencial currícular para a infância, incluindo os bebês. Parece loucura dizer de um currículo para a infância, etapa da vida onde o brincar livre e as interações são indissociáveis e promovem o desenvolvimento humano. Mas não é. E tem bebê na BNCC! Conforme o documento nacional, todas as crianças que frequentam uma instituição de educação infantil, independentemente do estado, município, da região, de sua Continue lendo

Planejar é preciso!   

Planejar é preciso!   

3 minutos Falar de planejamento e práticas docentes na educação infantil é abrir um leque de polêmicas e não há permitido ou proibido. Há posturas e concepções a declarar. Contudo, uma coisa é certa: ação educativa não se efetiva pela improvisação. É essencial a intencionalidade educativa do professor, agindo, registrando, analisando e planejando os próximos passos. Planejar é preciso! Ao planejar nossas ações, fazemos escolhas e a partir do que elegemos, anunciamos nossa postura, nossas escolhas teóricas, nossos valores pedagógicos. Há muitas formas de Continue lendo

Quero comemorar!

Quero comemorar!

2 minutos Hoje comemora-se dia do trabalhador. E estou aqui a refletir… a pensar o que comemorar… Sou professora de educação infantil há mais de 20 anos e atualmente, como professora de professores me preocupa, nos cursos e palestras, não iludir colegas com manuais e modelos perfeitos, por isso, invisto sempre na formação teórica, política e histórica da educação. Nossa profissão é de luta. É preciso compreender, estudar, testar, viver a profissão em todas as suas vertentes e saber que nossas conquistas serão sempre Continue lendo

Neurociências, currículo e aprendizagem

Neurociências, currículo e aprendizagem

2 minutos A pesquisadora Elvira Souza Lima traz grandes contribuições para as discussões no campo das neurociências e educação infantil. Em suas diversas publicações podemos destacar a importância das descobertas sobre funcionamento cerebral, aprendizagem e desenvolvimento infantil, saberes essenciais para a formação docente e para pensar um currículo para a infância. Hoje, compreende-se a criança em toda sua potencialidade, como um sujeito de direitos, envolvido no processo de construção de sentidos para o mundo, desde bebê. Sabe-se disso porque há pesquisadores capazes de realizar Continue lendo

Todo dia é dia de índio

Todo dia é dia de índio

2 minutos Considerar a diversidade de povos na educação infantil nos transporta para as raízes culturais que podem ser bases de importantes aprendizagens. Em nosso país, 19 de abril, no calendário de datas comemorativas escolares é Dia do Índio e é muito comum ainda, as escolas comemorarem a data apenas fantasiando e pintando as crianças. É essa a imagem real dos indígenas que habitam nosso país? Vivenciar a cultura na escola significa também, vivenciar algumas datas que são comemoradas. E isso é muito diferente Continue lendo

Qualificando os cuidados no dia-a-dia e no planejamento

Qualificando os cuidados no dia-a-dia e no planejamento

3 minutos “Como é diferente a imagem do mundo que uma criança recebe quando mãos silenciosas, pacientes, cuidadosas e ainda seguras e resolutas cuidam dela e como diferente o mundo parece ser quando estas mãos são impacientes, rudes, apressadas, inquietas e nervosas.” Emmi Pikler É a interação entre o adulto e a criança que proporciona a aprendizagem da cultura e desenvolve a capacidade de se relacionar,  socializar. Sãos mãos, olhares, gestos, posturas, palavras… O cuidado traz segurança, cria e fortalece vínculos afetivos. E o afeto, Continue lendo

Cantos de brincar

Cantos de brincar

2 minutos Estar com as crianças em grupo, o tempo todo, impede que se conheça as individualidades e aumenta a disputa pela atenção do professor. A meninada fica agitada e ansiosa quando tem que esperar muito tempo a sua vez de brincar, de participar. Mas como fazer quando se tem 20 crianças em uma sala? Organizar “cantinhos” é uma estratégia bastante utilizada na educação infantile e até nos anos iniciais do ensino fundamental. E a ideia não é nova! Froebel, pedagogo alemão foi quem Continue lendo